"Atal, derivado de Atalaia que significa Torre ou lugar de vigia em situação elevada e Buh, meu apelido. Então Atal da Buh é meu lugar de vigilância, local onde estou e desabafo, meu refúgio de planejamentos e opiniões. Amém."

terça-feira, 27 de setembro de 2011

- Biblioteca Inusitada

Atualmente, devido à inovação tecnológica e a facilidade no acesso à informações, são raras as vezes que observamos alguém com um livro, seja em busca de conhecimento ou pelo simples prazer de ler. 
Passeando pela internet, encontrei algo que muito me chamou a atenção, e que com certeza entrou pra lista dos locais que irei visitar: Uma Biblioteca da cidade do Kansas, que destaca-se pela originalidade de sua fachada, Não é um mural. O exterior do parque de estacionamento da Biblioteca do Kansas é “feito” de formas gigantes de lombadas de livros. A seleção foi feita a partir das indicações dos residentes sobre livros influentes que considerassem como representativos da cidade.
Confiram:





Muito legal, não é?
Boa noite a todos. ^^

terça-feira, 30 de agosto de 2011

Sou como um livro...

... Há quem me interprete pela capa. Há quem me ame apenas por ela. Há quem viaje em mim. Há quem viaje comigo. Há quem não me entende. Há quem nunca tentou. Há quem sempre quis ler-me. Há quem nunca se interessou. Há quem leu e não gostou. Há quem leu e se apaixonou. Há quem apenas busca em mim palavras de consolo. Há quem só perceba teoria e objetividade. Mas, tal como um livro, sempre trago algo de bom em mim.
O desconhecido fascina e atrai...

(Desconheço autoria.)

sábado, 2 de julho de 2011

Identificado...

O responsável por várias destruições de relacionamento.
As pessoas veem o vídeo, se apaixonam e vão atrás do mexicano sedutor.
Confira (aumente o volume do som). E cuidado pra não se apaixonar, hein...




Eu avisei... Kkkkkkkkkkkk!
Bom fim de semana a todos.
Visitar alguns Blogs agora... ^^
Beijo beijo

domingo, 26 de junho de 2011

Desabafos...

Estou aqui com a página do e-mail aberta.
Eu tenho que enviar esse e-mail. Eu preciso de respostas. Preciso mesmo?
Será que vou aguentar ouvir a verdade?
Vou procurar algo pra me distrair...
[...]
Olha o que eu encontrei, da Luciana Saddi:"Só a maturidade nos dá a sabedoria de gostar de quem gosta da gente".
Ouvi isso certa vez, de alguém.
E que seja eterno enquanto dure esse amor...
Também ouvi que ia ser pra sempre... Mas toda vez que ouço a música, o Renato me diz que o pra sempre, sempre acaba...
Pois é. Acabou.
E dessa vez eu tenho que ser forte. Ou pelo menos fingir...
Foto: Amadeus
Fingir. Não foi isso que fiz a vida toda? Por que agora vai ser difícil?
Acho que deve ser por que tirei a máscara e me mostrei.
Pessoas não tirem suas máscaras. Nunca!
Pelo contrário, reforcem, façam-na de ferro. Assim vocês nunca serão magoadas.
Ah! Menos os poetas, compositores, artistas.
O mundo não teria graça sem a dor de vocês...
Por mais egoísta que eu esteja sendo, o que seria desses momentos sem meu Creedence, Queen, Leoni ou Nando Reis?
E principalmente sem escritores. O que seria da minha vida sem vocês? (Nota Mental: Preciso de mais livros)
Sem mais meu queridos leitores, fico por aqui.
Com minha eterna, mas passageira dor.
Ah, os paradoxos do amor...


Bruna Matos.

sexta-feira, 24 de junho de 2011

Lembra daquele e-mail,

Onde eu disse que eu tenho vontade de segurar seu rosto e ordenar que você seja esperto e jamais me perca e seja feliz. 
E que espero que entenda que temos tudo o que duas pessoas precisam para ser feliz. A gente dá muitas risadas juntos. A gente admira o outro desde o dedinho do pé até onde cada um chegou sozinho. A gente acha que o mundo está maluco e sonha com a praia do Espelho e com sonos jamais despertados antes do meio-dia. A gente tem certeza de que nenhum perfume do mundo é melhor do que a nuca do outro no final do dia. A gente se reconheceu de longa data quando se viu pela primeira vez na vida. [...] Porque, quando você está com medo da vida, é na minha mania de rir de tudo que você encontra forças. E, quando você está rindo de tudo, é na minha neurose que encontra um pouco de chão. E, quando precisa se sentir especial e amado, é pra mim que você liga. E, quando está longe de casa gosta de ouvir minha voz pra se sentir perto de você. E, quando pensa em alguém em algum momento de solidão, seja para chorar ou para ter algum pensamento mais safado, é em mim que você pensa. Eu sei de tudo. [...]


Tati Bernardi

quarta-feira, 22 de junho de 2011

Hoje...

"Eu comecei minha faxina.
Tudo o que não serve mais (sentimentos, momentos, pessoas) eu coloquei dentro de uma caixa.
E joguei fora. (Sem apego. Sem melancolia. Sem saudade).
A ordem é desocupar lugares.
Filtrar emoções."

terça-feira, 21 de junho de 2011

9º SALIMP - Salão do Livro de Imperatriz.

Bom dia, Boa tarde e boa noite Atalaianos.
Oficialmente de férias na sexta-feira, venho para o meu cantinho agora, e com mais frequência.
Graças a Deus, este ano está sendo muito produtivo e de muitas conquistas .
Vim aqui fazer dois convites aos meu queridos leitores:


1 - Visitem este blog inovador e com muitas curiosidades em breve. Recomendo: 




Foto: Samuel Souza
2 - A feira do livro está incrível e, claro, eu não deixaria vocês de fora! Acontecerá nos dias 19 a 26 de junho, aqui em Imperatriz, MA.




Conto com vocês.
A quem não puder ir na SALIMP, eu perdoo e posto as histórias no dia 27/06.
Mas quero ver vocês no Sinapses, Ok?
Beijo, beijo.
Fiquem com Deus!
^^

terça-feira, 17 de maio de 2011

Imaginação ou Loucura?

Tudo depende da Miopia de cada um...


"Tudo que é imaginário tem, existe e é."
Estamira

segunda-feira, 2 de maio de 2011

Deu a Louca na 7ª Arte!

(CLIQUE NA IMAGEM PARA MELHOR VISUALIZAÇÃO)

E se eu te disser que deu a louca na 7ª arte? Estarias interessado em saber mais? 
Participe! :)

Durante toda quarta-feira do mês de maio, em parceria com o Cine Muiraquitã, a V Turma de Enfermagem - UFMA/CCSST promove "Deu a louca na sétima arte".
O evento é gratuito e contaremos com a presença de especialistas, realizando debates 
sobre os filmes e as relações com a saúde mental.





"O mês de maio traz para o cardápio do Cineclube Muiraquitã o oportuno festival sobre cinema e loucura. 'Deu a louca na sétima arte' faz parte de uma parceria entre o cineclube e o curso de enfermagem da Universidade Federal do Maranhão. Entre os dias 04 e 25, todas as quartas-feiras, as 18h15min no auditório da UFMA, uma oportunidade única de assistir filmes interessantes, puxados por debates com especialistas sobre o assunto. Não fique de fora, prestigie!"

DEU A LOUCA NA SÉTIMA ARTE

sexta-feira, 25 de março de 2011

Parabéns para nós! ♥

E hoje mais um aninho de vida para o meu filhote.
Dois anos. O Blog hoje faz aniversário. Ele está de parabéns. 
A lindíssima, maravilhosíssima (e mentirosíssima, rs) dona do Blog está de parabéns. 
Vocês meus leitores queridos estão de parabéns.
Que este seja o segundo de muitos anos que vêm de postagens, diversões, piadas, contos.
Aqui não tenho um diário. Aqui tenho um amigo. Aliás, vários amigos. Vocês que além de compartilharem meus momentos de loucura ainda comentam e se identificam, rs. Obrigada meus amigos. É por vocês que eu continuo isso tudo aqui. É vocês que me motivam a continuar a escrever, a desabafar, a expressar.
Já passamos por tantas mudanças, alguns passaram outros ficaram.
Tentei fazer com que todos postassem aqui, para vocês saberem que são importantes, que fazem parte dessa história. Infelizmente não consegui entrar em contato com todos a tempo.
Mas obrigada meus amigos. Obrigada mesmo.
Um abraço e um grande beijo em todos.
Que Deus os iluminem em sua jornada.
Boa sexta e bom fim de semana a todos.
;*



quinta-feira, 24 de março de 2011

- Dos amigos UFMANIANOS

Aqui estão depoimentos de pessoas que eu conheci por intermédio da UFMA e que mesmo não estudando lá, considero pessoas maravilhosas e que amo demais!
____________________________________________________


"Ela é a minha amiga mais miquinininha, e que ao andar sacode como vara verde, e tem o coração do tamanho... do tamanho.. do infinito x2,3! Eu só a acho um pouco atrapalhada, pois ela tem um jeito incrível de nao conseguir segurar as mangas do jaleco que sempre chega sujo ao destino, sem contar também que, sempre deixa a alma do finado sabugo (que morreu engasgado com um caroço de minho) esconder seus broches. O que seria dela sem mim pra encontrá-los??"

(Da feosa) Ghiza Mendonça sobre Bruna M. Matos

____________________________________________________

"Falta pão, o pão nosso de cada dia, sobra pão, o pão que o diabo amassou" (Humberto Gessinger)

"Isso me sugere muita sujeira, isso não me cheira nada bem tem muita gente se queimando na fogueira e muito pouca gente se dando muito bem" (Humberto Gessinger)
Do PESAAAAADO Duh da Ghi.
____________________________________________________

A distância é apenas um obstáculo. Tal como amigos que se separam e mesmo assim permanecem presentes uns nos outros, porque sente a necessidade de amar e viver o que é onipresente. Embora se diga que estão distantes a amizade e o convivio estão no melhor sentido, porque são inseparáveis.

Da queridíssima Gislane Mendonça, a Gih irmã da Ghi!


____________________________________________________

"De fato você só esquece um brinquedinho, quando arranja outro!"

Da melhor, Renata.

____________________________________________________

Espaço reservado a Thalita

____________________________________________________

Espaço reservado a Jéssica


___________________________________________________

Espaço reservado a Flávia


quarta-feira, 23 de março de 2011

- Dos amigos Blogueiros:

Todos os que postaram até hoje são Blogueiros.
Aqui tenho mais alguns, pra abrilhantar nossa semana natalícia!
Saboreiem!
___________________________________________________

"O sabor da nossa vida, somos nós que escolhemos... mas por vezes, aparecem bagos amargos..."


___________________________________________________

Pedras no caminho?
Guardo todas,
Um dia vou construir um castelo...
(Fernando Pessoa, é claro)

___________________________________________________


O que eu desejo ainda não tem nome.


___________________________________________________

Obrigada meus queridos! 
Fiquem bem, ótima quarta-feira a todos!


terça-feira, 22 de março de 2011

- Seja “Leve”.

Nós sempre agimos como se soubéssemos o que queremos, o que precisamos, pra onde vamos, ou coisas do gênero, mas o que aparenta no final do que conseguimos, do que acontece é que na maioria das vezes nem era exatamente aquilo que você desejava. Porém até você chegar a essa conclusão você já fez e falou muitas coisas, algumas você se arrepende, outras você lembra e sorri outras você lembra e chora. Normal. Faz parte.

"Quando você tenta o seu melhor, mas não tem sucesso.
Quando você consegue o que quer, mas não o que precisa.
Quando você se sente cansado, mas não consegue dormir.
Preso em marcha ré."
Coldplay – Fix You

Como será que nós saberemos o que precisamos pra nos completar? Pra nos deixar felizes e suficientes? Acho que essa resposta não deve ter sido feita pra nós possuirmos. E esse fato vem justamente pra que tentemos tomar conclusões claras como a que a nossa suficiência já está dentro de nós mesmos, as pessoas que nos cuidam, que nos amam, a nossa vontade, idade talvez, saúde. Sempre temos um ponto positivo na vida, nem que seja mínimo, ou que só um, mas um ponto em que nos sentimos agradecidos, sim nós temos, basta enxergar.

Mesmo que nos decepcionemos com nossas ideias e conceitos em certas ocasiões, tudo bem, não acho que tudo foi feito pra dar certo, nem como foi tudo feito pra dar errado, assim aprendemos a valorizar os dois, a felicidade e a tristeza. Já que algumas conclusões como essa podemos chegar, vamos tentar encontrar outras e outras, jogar todos os pesos no lixo e deixar essa viagem chamada vida mais leve. :)


Este texto foi escrito pelo meu amigo Willian do blog São Coisas.
Obrigada Will!

segunda-feira, 21 de março de 2011

Um tempero...

A vida é um composto de prazeres e emoções (boas e más). Há entre esses prazeres, alguns que podem se tornar um amor intenso, dedicado e muito embora isso seja uma verdade, há também espaço ao abandono, ao desprezo e à indiferença. Mas isso não significa que aquele prazer, aquele amor, tenha morrido.
É assim também com o prazer de ler e de escrever. Quem ler viaja sem tirar os pés do chão! Vai por terras, planetas e universos paralelos nunca dantes navegados. O interessante para quem gosta de ler é o de sempre descobrir algo de novo, numa releitura de um livro e ainda de, compartilhando suas impressões com quem leu o mesmo livro, fazer novas descobertas, através dos olhos alheios.
Para quem escreve, a sensação é a de se fazer entender por quem vai ler e o de provocar impacto, seja ele qual for: alegria, raiva, indignação, satisfação, excitação, etc. Tudo depende do estado de espírito de quem escreve e o que quer atingir com seu escrito.
Em ambas as paixões, acima descritas, podem, também, levar ao êxtase!
E é assim que um blogueiro olha o mundo. É assim que um blogueiro tem e provoca prazer e muitas vezes a ira, a incompreensão, a má interpretação de quem o ler.
Porém esse risco é menor, quando se está sentada no alto de uma torre, de um observatório qualquer ou de um Atal. De lá, se pode observar, absorver, sentir, respirar o alor ou odor e até mesmo cuspir nas cabeças abaixo, sem ser percebida.
É assim o Atal dessa “dramática, intensa e transitória” Buh, segundo sua própria descrição. É assim que ela vive suas paixões. É assim que ela provoca êxtases à medida que também os sente.
Que em mais um aniversário o “Atal da Buh” continue sendo nada mais, nada menos, do que exatamente já é e que continue proporcionando prazer, instigação, indignação, alegrias, sorrisos, suores, amores, etc... etc... etc...


Este texto foi escrito pelo meu amigo Agostinho, do blog Salada à Brasileira.
Obrigada meu amigo!

domingo, 20 de março de 2011

- DOSTET DARUM

Na vida é preciso saber dar valor às pessoas que nos amam. 

Falo daquela pessoa especial que te diz uma palavra de carinho e conforto quando mais você precisa, aquela que ao invés de te criticar, te julgar, te estende a mão e oferece seu ombro.

Aquela que te ama, não pelo que você fez por ela, mas pelo que ela acredita que você pode um dia fazer, que tem fé em você, mesmo não sabendo bem o porquê de agir assim.

Aquela pessoa que quer que você cresça, que desabroche, que se desenvolva, que seja feliz mesmo que não seja ao seu lado, mas melhor se fosse.

Essas pessoas são uma “jóia rara” em nossa vida. Infelizmente, algumas vezes, não estamos prontos para dar-lhes o devido valor, seja por inexperiência, seja por omissão ou outro motivo qualquer.

Mas o tempo passa, a gente amadurece, a vida é dura.


Devemos aprender com nossos erros, mudar para melhor, abrir nossos olhos enquanto há tempo. Pois o tempo passa e não volta mais, se não agirmos a tempo, corremos o risco de perder pra sempre uma oportunidade única.


A felicidade não tem preço, o sentido da vida é ser feliz.

Hoje sei, minha felicidade reside em você, obrigado por você ser quem é.
Obrigado por ser assim, mesmo em momentos que sei não merecer.
Obrigado por existir na minha vida.

DOSTET DARUM

- E é dada a largada!

DECLARO OFICIALMENTE ABERTA A SEMANA DE POSTAGENS DE ANIVERSÁRIO DO BLOG!




Ao longo desta semana estarei postando textos de amigos que participam do Blog, para homenagear o aniversário de dois anos do mesmo. Conto com a presença e comentários de vocês.
Beijão, boa semana.

domingo, 13 de março de 2011

Acho a maior graça...

Tomate previne isso, cebola previne aquilo, chocolate faz bem, chocolate faz mal, um cálice diário de vinho não tem problema, qualquer gole de álcool é nocivo, tome água em abundância, mas não exagere...

Diante desta profusão de descobertas, acho mais seguro não mudar de hábitos.

Sei direitinho o que faz bem e o que faz mal pra minha saúde.

Prazer faz muito bem.
Dormir me deixa 0 km.
Ler um bom livro faz-me sentir novo em folha.
Viajar me deixa tensa antes de embarcar, mas depois rejuvenesço uns cinco anos.
Viagens aéreas não me incham as pernas; incham-me o cérebro, volto cheio de idéias.
Brigar me provoca arritmia cardíaca.
Ver pessoas tendo acessos de estupidez me embrulha o estômago.
Testemunhar gente jogando lata de cerveja pela janela do carro me faz perder toda a fé no ser humano.
E telejornais... os médicos deveriam proibir - como doem!
Caminhar faz bem, dançar faz bem, ficar em silêncio quando uma discussão está pegando fogo, faz muito bem! Você exercita o autocontrole e ainda acorda no outro dia sem se sentir arrependido de nada.
Acordar de manhã arrependido do que disse ou do que fez ontem à noite é prejudicial à saúde!
E passar o resto do dia sem coragem para pedir desculpas, pior ainda!
Não pedir perdão pelas nossas mancadas dá câncer, não há tomate ou mussarela que previna.
Ir ao cinema, conseguir um lugar central nas fileiras do fundo, não ter ninguém atrapalhando sua visão, nenhum celular tocando e o filme ser espetacular, uau!
Cinema é melhor pra saúde do que pipoca!
Conversa é melhor do que piada.
Exercício é melhor do que cirurgia.
Humor é melhor do que rancor.
Amigos são melhores do que gente influente.
Economia é melhor do que dívida.
Pergunta é melhor do que dúvida.
Sonhar é melhor do que nada!



Martha Medeiros


É isso ai galera.
Expectativa pras postagens que estão chegando. ^^
Boa semana a todos.

quarta-feira, 2 de março de 2011

- Expectativa!

Com o meu aniversário(05/03) e o do Blog(25/03) chegando, é claro que eu não ia deixar vocês na mão, meus queridos leitores.
Estou preparando uma super semana de postagens, e espero que gostem.
Então, voltando ao trabalho.
Beijinhos, até lá.

sábado, 19 de fevereiro de 2011

A verdade é que...


..embora ela sorria, tem algo que ela simplesmente esconde.

(Taylor Swift)

domingo, 13 de fevereiro de 2011

Eu: Amiga! Ontem eu beijei o gato dos meus sonhos!
Ela: AAAAAAAAAAAAAAAAAAAAHHH! Mas quem era o bofe escândalo, amiga?


Eu: Não sei, eu acordei bem na hora...





"Bons amigos são bons para sua saúde." (Irwin Sarason) 
Só pra descontrair..
Boa semana a todos! ^^

sexta-feira, 4 de fevereiro de 2011

- O Livro.

Não, eu não só perdi um livro.
Eu perdi um pedaço do coração. Eu estava sentindo uma sensação estranha, um pesar no peito. 
"Como eu vou listar meus livros, vou pedi-lo de volta", pensei. 
E eu juro que eu não acreditei quando ele me falou. Juro.
São tantas coisas que estão acontecendo, mas isso dói. 
Eu confio e sei que a pessoa vai me devolver outro livro. Confio no caráter, na integridade e acima de tudo na amizade que temos um pelo outro. E não me zanguei com ele, por que vi o quanto ele está arrependido e envergonhado. 
Eu sei que devo está exagerando com isso tudo, mas juro que senti no domingo uma vontade tão grande de ver o meu livro, de tê-lo em minhas mãos... Eu sabia. E me impressionei quando ele disse que perdeu no domingo. Eu amo meus livros, eles são um pedaço de mim e hoje enxerguei isso.
Eu tenho outros 80 e alguma coisa(estou listando, mas são muitos. Ainda estou na letra D) mas cada um é único, e de valor inestimável. Pelo menos, esse foi eu mesma que comprei. Se fosse um dos que eu tinha ganhado eu já tinha me acabado de chorar... 
Pois é, essa é minha triste história de vida (rs).
Esperar agora (tomara que não demore) receber o outro.
Queria aproveitar o espaço e agradecer ao Willian a oportunidade de ler um livro que (acho que desde os 17 anos) queria muito ler: O Mapa dos Ossos, de James Rollins. É incrível mesmo. Obrigada Will.
Vou jantar e (se a internet permitir e parar de oscilar tanto) visitar os Bloggers dos amigos.
Beijão a todos, bom fim de semana.

Paz e Bem.


segunda-feira, 31 de janeiro de 2011

Lembranças - Parte I

Meu último pensamento antes de dormir? "Como eu queria que você estivesse aqui".
Espero que este ano eu possa te mostrar que sou digno de confiança e outras coisas pequenas.
A gente disse que é muito cedo pra dizer que a gente se ama, concordo plenamente. Mas, cada vez que fico feito um idiota olhando pro teto pensando o que você falaria ao me ver deitado feito um idiota olhando pro teto, ou quando estou conversando e de repente fico sério pensando no que você estaria fazendo, imagino que estou cada vez mais perto de dizer que te amo, ou talvez seja só eu viajando na minha maconha natural (não sei se você percebeu mas muita gente diz que eu pareço um drogado, ah, você já disse que de vez em quando eu viajo, enfim... É por aí...).

Você foi a coisa que mais mexeu comigo nesse semestre (nesse ano na verdade).
Te agradeço por ter em quem pensar quando fico feito um idiota olhando pro teto.
Te adoro.

segunda-feira, 17 de janeiro de 2011

* Um recado :

 Renda-se, como eu me rendi.
Mergulhe no que você não conhece como eu mergulhei.
Não se preocupe em entender, viver ultrapassa qualquer entendimento.


Clarice Lispector



Boa semana a todos.
;*

quinta-feira, 6 de janeiro de 2011

Em 2010...


Em 2010, eu sorri. Não tanto quanto gostaria nem com tanta intensidade. Eu fui feliz. Eu conheci novos blogs, novos e bons escritores dos quais formei uma amizade eterna. Eu viajei. Conheci lugares incríveis, pessoas. Tive uma visão tão linda, no Poço Azul e senti naquele momento o quão grande é o Nosso Senhor. Eu agradeci. À Ele. A quem me puxou uma cadeira, a quem abriu à porta, a quem esperou o elevador pra mim, a quem me ajudou a apanhar os papéis derrubados. Eu comprei livros. Eu presenteei livros. Eu pensei muito, falei algumas coisas. Eu briguei, xinguei, gritei. Eu pedi desculpas.
Recebi elogios, fiquei realmente sem graça. Tomei muitos Guaranás da Amazônia de Chocolate. Comi muita coxinha de frango com Coca-Cola. Dormi pouco. Sonhei muito. Me aproximei de pessoas que conhecia mas não sabia quão maravilhosas eram. Me afastei de outras que eu verdadeiramente amo. Me decepcionei, mas confiei de novo.  Me decepcionei outra vez, mas eu amava... isso. Eu amei. A certeza é que eu amei e fui amada. Eu cozinhei. Inventei comidas novas. Pus água demais na massa da pizza... Escrevi menos no Blog do que deveria. Assisti muitos seriados legais. Enrolei e fui enrolada. Realizei sonhos. Eu criei uma conta no Twitter. Fiz uma no Facebook. Percebi finalmente a inutilidade de se ter um Orkut e um Facebook e deletei ambos. Eu fingi, disfarcei. Respondi pelos meus atos.
Em 2010 eu chorei. Chorei mesmo, pra valer. Chorei o que estava guardando por tanto tempo. Um choro de dor, mas também de alívio. Para que em 2011 não seja necessário chorar, só se for de alegria.
Aprendi que não se toma decisões quando se está zangado, e nem se faz promessas quando se está feliz. Aprendi também que por mais que olhe o retrato, você não vai poder voltar àquele momento. Eu me emocionei.
Em 2010 eu coloquei o pé na parede e firmei minha personalidade. Agora em 2011 eu digo com toda certeza que não sou mais aquela que dizia: 'Quando crescer eu quero ser igual a fulana...'. Agora, de hoje em diante, eu digo: Eu cresci. E me orgulho da mulher que sou. Orgulho-me de ser a Bruna, e não a cópia de fulana. Este ano, eu vou alcançar meus objetivos. E desejo o mesmo a todos vocês. E tenho a certeza que este vai ser O ano.

Que este ano seja cheio de luz e paz à todos.

Feliz Ano Novo.

Bruna Matos.
©2011 Todos os Direitos Reservados ao Blog Atal da Buh Por Bruna Matos
Blog Widget by LinkWithin